Carlos Eduardo Gouvêa

Novo Conselho de Administração da ABIIS toma posse

Tornar o Brasil mais autônomo na produção de itens para a saúde e fomentar a inovação para os mercados de diagnóstico e dispositivos médicos são prioridade.

A Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde acaba de empossar o novo presidente do Conselho de Administração. Carlos Eduardo Gouvêa, que volta a presidir a ABIIS depois de dois mandatos, substitui Bruno Boldrin Bezerra. Nos próximos dois anos, a entidade vai continuar trabalhando de forma proativa para trazer contribuições assertivas para a saúde pública. A ABIIS congrega os segmentos de dispositivos médicos e de diagnóstico brasileiro (indústria nacional e internacional, importação e distribuição).

O foco da Aliança está em tornar o Brasil mais autônomo na produção de produtos para a saúde. “Precisamos buscar novos arranjos produtivos, em caráter regional ou local. Depois da pandemia, ficou evidente que não podemos ser tão dependentes de poucos centros industriais. Tecnologia, conhecimento, fomento à educação e pesquisa são fundamentais para mudarmos essa realidade”, defende Carlos Eduardo Gouvêa. E complementa: “Qualquer que seja o governo eleito, no final do ano, está evidente que a saúde é essencial e assunto de Estado. Precisamos ter infraestrutura mínima e a ABIIS fará o papel de um centro de informações sobre inovação, unindo a academia, o governo, a indústria e associações da sociedade civil para buscarmos juntos alternativas mais viáveis e acessíveis, com um único objetivo: oferece atendimento de qualidade à população”.

Ainda neste sentido, o novo Conselho dará continuidade ao projeto ‘Agenda Saúde 2022/2030 – Dispositivos Médicos’, que apresenta os desafios e propostas para o setor aos pré-candidatos à Presidência da República e lideranças públicas. A diretoria da ABIIS já se reuniu com os pré-candidatos à presidência pelo PDT, Ciro Gomes; e pelo Novo, Luiz Felipe d’Avila; com oex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin; com o então pré-candidato à presidência pelo União Brasil, Luciano Bivar, e pelo Podemos, Sergio Moro; além de outras lideranças políticas como o presidente do Partido Social Democrático (PSD), Gilberto Kassab, o ex-governador do Rio Grande do Sul pelo PSDB, Eduardo Leite, e o ex-ministro da Saúde e senador pelo PT, Humberto Costa.

Também é prioridade da nova diretoria o fomento à inovação para os mercados de diagnóstico e dispositivos médicos. “O diagnóstico é essencial para uma terapia eficaz e o dispositivo usado no momento certo evita uma série de outros custos desnecessários e salva vidas, a exemplo dos respiradores, ECMO e tantos outros. São áreas que precisam ter atenção especial do Estado, seja para custeio ou incorporação e fomento de Pesquisa e Desenvolvimento”, lembra o presidente empossado.

Carlos Eduardo Gouvêa cita ainda o Saúde 4.0, a internet das coisas e a chegada do 5G no Brasil. “Temos que buscar oportunidades. Unir centros que já estão trabalhando com incubadora, hospitais de ponta que já estão adiantados nesse quesito. São iniciativas que precisam conversar entre si, para evitar desperdício de tempo e talento. São inúmeras as possibilidades: o uso da interoperabilidade e a combinação de informações para trazer um melhor desfecho clínico, são dois exemplos. A ABIIS pode de fato ter um papel preponderante”.

A Aliança vai buscar ainda parcerias com associações nas áreas de tecnologia e software. “Queremos sinergia e ganhos concretos para a saúde pública”, finaliza Carlos Eduardo Gouvêa.

Conselho de Administração da ABIIS – biênio 2022/2024

Presidência: Carlos Eduardo Gouvêa (CBDL)
Vice-Presidência: Bruno Boldrin Bezerra (ABRAIDI)
Diretor-Secretário: Sérgio Rocha (ABRAIDI)
Diretor-Tesoureiro: Fábio Arcuri (CBDL)
Diretora: Liliana Perez (CBDL)
Diretor: Sérgio Madeira (ABRAIDI)
Diretor: Steven Bipes (ADVAMED)
Diretor: André Gaban (ADVAMED)

Últimas Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.