noticia-anvisa
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Anvisa propõe nova metodologia de avaliação de serviços de sangue, tecidos e células

Objetivo é promover o levantamento de dados e a utilização das informações em ações de monitoramento da vigilância sanitária, além de induzir a melhoria de processos de trabalho dos estabelecimentos.

A Anvisa lançou nesta segunda-feira (6/9) o “Projeto de autoavaliação de estabelecimentos de Sangue, Tecidos e Células (STC)”, destinado aos serviços de hemoterapia, aos centros de reprodução humana assistida e aos bancos de tecidos. O objetivo é promover o levantamento de dados e a utilização das informações em ações de monitoramento e na melhoria de processos de trabalho nos estabelecimentos.  

De acordo com a Gerência de Sangue, Tecidos, Células e Órgãos (GSTCO), foram elaborados e disponibilizados três instrumentos de autoavaliação – ou seja, indicadores que serão aplicados pelos próprios estabelecimentos –, um para cada grupo de serviço. Confira abaixo quais são as ferramentas e os prazos para preenchimento dos formulários eletrônicos.   

Para participar, a equipe do estabelecimento só precisa acessar o formulário eletrônico específico dentro do prazo definido, preencher os dados e enviar. Além de serem ferramentas de autoavaliação para uso dos serviços, os dados gerados serão compartilhados com os órgãos do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) e vão auxiliar as Vigilâncias Sanitárias (Visas) locais no monitoramento de riscos, complementando as ações de fiscalização regulares de 2021.  

Adaptação   

Os instrumentos disponibilizados para a autoavaliação dos serviços são baseados nas ferramentas (roteiros de inspeção e avaliações de risco) atualmente utilizadas pelas Visas para a realização das inspeções regulares. Portanto, foram adaptados para utilização pelo próprio estabelecimento, sob supervisão dos seus responsáveis técnicos, supervisores e responsáveis administrativos, visando o diagnóstico dos seus processos, da sua capacidade de controle e dos pontos que precisam ser melhorados. 

Participação voluntária 

Nesse projeto, que é de participação voluntária, a Anvisa espera a parceria de sempre do setor regulado, contando com o envolvimento ativo dos estabelecimentos de sangue, tecidos e células na avaliação de seus processos. Já das Visas locais, espera-se a colaboração na divulgação e no estímulo ao setor regulado para participação no projeto.  

Para saber mais sobre essa iniciativa, acesse o link abaixo: 

Autoavaliação de estabelecimentos de Sangue, Tecidos e Células

Com informações do portal gov.br (08/09/2021)

Últimas Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *