ABIIS - Notícias sobre Coronavírus COVID-19

Força Nacional do SUS atua em Santa Catarina e Minas Gerais para reforçar enfrentamento à Covid-19

Equipes foram enviadas aos estados para reorganizar os serviços de saúde e ajudar no combate à pandemia.

O Ministério da Saúde deslocou 38 profissionais da Força Nacional do SUS para Minas Gerais e Santa Catarina como parte das ações de apoio do Governo Federal aos estados e municípios no combate à pandemia da Covid-19. Desde o final de fevereiro, as equipes atuam nos municípios de Coromandel (MG), Chapecó (SC) e Xanxerê (SC), para qualificar e ampliar o acesso da população à rede pública de saúde local.

Responsável pela coordenação da Força Nacional do SUS, a diretora do Departamento de Atenção Hospitalar e de Urgência do Ministério da Saúde (DAHU/MS), Adriana Melo Teixeira, reforça a importância do trabalho voluntário exercido pelos profissionais.

“São profissionais que deixaram o seu lar para salvar vidas, doar o seu trabalho e o seu conhecimento. Tenho certeza que os técnicos do Ministério da Saúde, junto com os profissionais da Força Nacional, fortalecem o nosso compromisso de levar um SUS mais eficiente e comprometido a todos que precisam da nossa assistência”, destacou Adriana.

SANTA CATARINA

Para Chapecó, foram enviados 12 profissionais da Força Nacional do SUS para fortalecer os atendimentos no município. Outros 7 atuam em Xanxerê – equipes da Secretaria de Atenção Primária (SAPS) da pasta também estão na cidade para fazer visitas técnicas em unidades de saúde.

Em relação ao envio de equipamentos, Chapecó recebeu 31 ventiladores pulmonares, sendo 15 para o Hospital Regional e 5 para as UPA 24h. Xanxerê recebeu 20 monitores e 20 ventiladores pulmonares.

Até o momento, o Ministério da Saúde enviou 185 ventiladores pulmonares para o Santa Catarina, Xanxerê e Chapecó – a pasta alinhou com o estado para enviar os equipamentos direto para os municípios. Mais equipamentos devem chegar às localidades nos próximos dias.

MINAS GERAIS

Para Coromandel, foram deslocados 8 profissionais de saúde, que ficaram na cidade até o dia 26 de fevereiro. A equipe foi substituída por outros 11 profissionais da Força Nacional do SUS, que seguem em atuação na cidade. O município também recebeu 25 ventiladores pulmonares e 6 monitores do Governo Federal.

Com informações do portal gov.br (04/03/2021)

Últimas Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *