anvisa

Aprovado novo Plano de Pesquisa da Anvisa para 2022-2030

Confira as linhas prioritárias de pesquisa de interesse para a vigilância sanitária.

A Diretoria Colegiada da Anvisa aprovou o novo Plano de Pesquisa para o período de 2022 a 2030. O plano define 20 linhas prioritárias, organizadas em três macroeixos. O documento irá auxiliar a escolha das parcerias a serem firmadas com a Agência, bem como a realização de estudos científicos.  

A atualização das linhas prioritárias de pesquisa foi realizada a partir de experiências e instrumentos publicados pela Agência, como o Plano Estratégico de Pesquisa em Vigilância Sanitária de 2007 (PEP-Visa 2007), a Agenda Nacional de Prioridades de Pesquisa em Vigilância Sanitária – 2011 e o Plano de Pesquisa da Anvisa – 2015-2016. 

É importante ressaltar que o incentivo à pesquisa faz parte das atribuições legais da Agência. O objetivo da pesquisa científica é gerar conhecimento que possa contribuir para a formulação, a implementação e a avaliação de políticas públicas de saúde. Além disso, irá auxiliar a realização de ações relacionadas à organização, à gestão e à atuação da Anvisa e do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS), bem como suas relações com o SUS, o setor regulado, a sociedade em geral e a saúde pública global. 

Macroeixos 

As 20 linhas prioritárias de pesquisa foram organizadas nos seguintes macroeixos:  

Macroeixo I: Políticas, organização e gestão do Sistema Nacional de Vigilância Sanitária (SNVS) 

Abrange os estudos que englobam o marco teórico-conceitual da vigilância sanitária, sua função regulatória, o arcabouço jurídico-normativo, as políticas e diretrizes, os arranjos institucionais e o funcionamento do SNVS, observados os contextos nacional e internacional. 

Macroeixo II: Objetos de intervenção e tecnologias em vigilância sanitária 

Inclui os objetos e ferramentas que materializam a atuação e a intervenção no âmbito da vigilância sanitária, assim como seus processos e relações de trabalho. 

Macroeixo III – Vigilância sanitária e sociedade 

Contempla a análise da relação da vigilância sanitária com a sociedade, as relações estabelecidas, as formas de articulação e interlocução, os canais, conflitos e pressupostos dessa relação, tais como os direitos sociais e individuais, a participação social, a transparência, a responsabilização e a ética, além dos aspectos culturais e antropológicos implicados nas ações de vigilância sanitária. 

Acesse aqui a íntegra do Plano de Pesquisa 2022-2030.

Com informações do portal GOV (21/11/2022)

Últimas Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.