Reduções tarifárias temporárias de produtos como máscaras, luvas, aventais foram realizadas para melhorar o enfrentamento da pandemia.

O imposto de importação de mais de 250 itens médicos, hospitalares e EPI, necessários ao combate à pandemia causada pela Covid-19, como luvas, aventais e máscaras, foi zerado neste sábado (16), temporariamente, por aprovação do Comitê Executivo de Gestão da Camex (Gecex).

A decisão, que vigora até 30 de junho de 2021, faz parte dos esforços governamentais para o enfrentamento da doença, abarca outros insumos fundamentais ao dia a dia dos profissionais encarregados de tratar vítimas da doença, como monitores de sinais vitais, sensores oxigênio, cilindros) para armazenamento de gases medicinais.

Com informações do portal gov.br (16/01/2021)