Logo ABIIS

Leia também

FUNDAÇÃO DORINA NOWILL PARA CEGOS ALERTA PARA A IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO E DO DIAGNÓSTICO PRECOCE

por CBDL Diagnóstico para a Vida | 2 jul, 2024 | Saúde

Em 10 de julho, comemora-se o Dia da Saúde Ocular, uma data essencial para aumentar a conscientização sobre a prevenção e o diagnóstico precoce de doenças oculares.

Cerca de 253 milhões de pessoas ao redor do mundo convivem, atualmente, com algum tipo de deficiência visual. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre 60% e 80% dos casos de cegueira poderiam ser evitados com ações eficazes de prevenção e tratamento. Pensando nisso, a Fundação Dorina Nowill para Cegos, referência em inclusão social de pessoas cegas e com baixa visão, destaca a importância dessas medidas para evitar a perda de visão.

Doenças como diabetes, catarata e glaucoma, se não tratadas, podem levar à cegueira. Recentemente, a cirurgia de emergência do cantor Marrone, da dupla com Bruno, chamou a atenção para a seriedade do glaucoma. Marrone sofreu uma perda de campo visual devido ao avanço da doença, mas a situação poderia ter sido muito pior se ele não tivesse procurado ajuda a tempo. Este incidente serve como um alerta sobre a rapidez e a sutileza com que as doenças oculares podem se desenvolver.

“As doenças oculares podem afetar qualquer pessoa, independentemente de idade, gênero ou condição social. Fatores como predisposição genética, envelhecimento, traumas, infecções, estilo de vida e exposição ambiental podem contribuir para o surgimento dessas condições. Por isso, a detecção precoce e o tratamento adequado são fundamentais para preservar a visão”, explica a Dra. Ana Carolina Fava Salata, da Fundação Dorina Nowill para Cegos.

No Brasil, de acordo com o Censo de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 6,5 milhões de pessoas têm deficiência visual, sendo aproximadamente 500 mil cegas e 6 milhões com baixa visão. O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) estima que existam cerca de 1,2 milhão de brasileiros cegos.
De acordo com a Dra Ana, entre adultos e idosos, as principais causas de cegueira e baixa visão estão associadas ao envelhecimento. Condições como glaucoma, retinopatia diabética e degeneração macular relacionada à idade podem causar baixa visão e cegueira irreversível.

“Para casos irreversíveis, é essencial buscar apoio de entidades e profissionais capacitados para a habilitação e reabilitação, visando à autonomia, independência e inclusão social da pessoa com baixa visão ou cega. É necessário conscientizar sobre os sintomas de problemas visuais, como visão turva, perda de campo visual, distorção de formas e dificuldade de visão em baixa luminosidade”, reforça a doutora.

Adotar hábitos saudáveis ainda é a melhor estratégia para prevenir a cegueira, além da consulta anual com seu oftalmologista. Proteger os olhos, manter uma alimentação equilibrada, reduzir o tempo de exposição a dispositivos eletrônicos, evitar o tabagismo, praticar exercícios físicos e realizar consultas regulares com o oftalmologista são medidas essenciais para preservar a saúde ocular.

A Fundação Dorina Nowill para Cegos promove diversas ações de prevenção e conscientização. Durante o Abril Marrom deste ano, por exemplo, a entidade realizou uma parceria com a concessionária Arteris, utilizando os painéis de mensagens variáveis (PMVs) para disseminar informações sobre saúde ocular para mais de 334 milhões de veículos por ano.

Outra iniciativa importante da Fundação foi a parceria com a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). A campanha foi projetada na fachada do icônico prédio da Federação, localizado na Avenida Paulista, e incluiu atividades como sessões de auriculoterapia e massagem realizadas por pessoas cegas e com baixa visão, testes de glicemia e oficinas de leitura em braille, impactando mais de mil pessoas em um único dia.
Ao promover a saúde visual e contribuir para uma sociedade mais consciente e solidária, empresas e entidades cumprem um importante papel social. “Neste Dia da Saúde Ocular, reforçamos a importância de cuidar da visão e apoiar iniciativas que visam prevenir a cegueira e a baixa visão”, destaca Ana Carolina. (Com informações da Assessoria de Imprensa da Fundação Dorina Nowill para Cegos – 02.07.2024)

Com informações do Portal cbdl.org.br – 04.07.2024