anvisa-fachada
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Anvisa esclarece sobre exame diagnóstico de Covid-19 em pessoas vacinadas

Agência informa que as vacinas autorizadas para uso no Brasil não interferem em resultados de exames de diagnóstico da doença.

A Anvisa esclarece que pessoas já vacinadas contra a Covid-19, mas que apresentem sintomas da doença, devem passar por um exame de diagnóstico a pedido de um médico, que deve estar sempre atento ao quadro clínico apresentado pelo paciente. Mesmo que sejam leves, sintomas como febre, cansaço, tosse, perda de paladar ou olfato, dor de cabeça e outros podem indicar que o indivíduo contraiu o novo coronavírus (Sars-CoV-2) mesmo após a vacinação.  

Nessa situação, o mais indicado é o médico solicitar a realização de um exame para confirmar ou descartar a doença com segurança, evitando que haja a transmissão do vírus para outras pessoas, caso o indivíduo esteja infectado.  

A Agência informa também que as vacinas autorizadas para uso no Brasil não interferem em resultados de exames de diagnóstico da doença. Isso porque a tecnologia utilizada nos testes é a de ensaio molecular (RT-PCR) ou teste rápido de antígenos virais, que têm como foco identificar a circulação do vírus no organismo, no momento em que o exame é realizado.  

Esses testes são feitos com amostras coletas do nariz ou da garganta, por meio um swab, que é uma espécie de cotonete. A Anvisa ressalta que a Organização Mundial da Saúde (OMS) indica o ensaio molecular de RT-PCR como a referência (padrão ouro) para confirmação de casos de Covid-19.   

A Agência destaca ainda que o diagnóstico e a identificação oportuna de Covid-19 por meio de exames se somam aos esforços de enfrentamento à doença no país, permitindo também a rastreabilidade de casos suspeitos.

Com informações do portal gov.br (30/09/2021)

Últimas Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *